Informações básicas

Venezuela – Informaçoes Básicas

Vinícius Silva dos Santos

Localizada no norte da América do Sul, a República Bolivariana da Venezuela encontra-se entre o Brasil (Roraima e Amazonas), Colômbia, Guiana e o Mar do Caribe e possui um território de 912.050 km², o que corresponde cerca de 10,7% do território brasileiro, ocupado por uma população de aproximadamente 31,11 milhões de habitantes. Atualmente o PIB do país está cotado em US$ 371,3 milhões.

O território venezuelano é composto por 23 estados, 1 distrito capital e 72 dependências federais compostas por 311 ilhas, em sua maioria não habitadas. A maioria da população está concentrada nas regiões norte e oeste e na extremidade norte dos Andes, que inclui a capital, Caracas.

A Venezuela é presidencialista, tem eleição direta, sistema de maioria simples e um mandato de 6 anos. A última eleição foi realizada em 2013, onde Nicolas Maduro foi eleito presidente. A próxima eleição está prevista para o final de 2018, ou início de 2019.

O Poder Legislativo na Venezuela é composto pela Assembleia Nacional, que possui 167 assentos, onde 113 são eleitos diretamente por maioria simples, 51 eleitos por representação proporcional e 3 assentos são reservados aos povos indígenas. O legislativo cumpre mandatos de 5 anos.

As duas principais frentes políticas na Venezuela são: O PSUV (Partido Socialista Unido da Venezuela) e a MUV (Movimento Unidos pela Venezuela), sendo o PSUV o partido de Maduro e o MUV uma frente composta por partidos e grupos oposicionistas ao governo.

A política externa de Chaves era compreendida em 3 vertentes: a primeira é o desafio de desenvolver um projeto de reestruturação da economia e um reposicionamento no sistema internacional sem confrontar os Estados Unidos, já que a economia venezuelana é em alto grau dependente da produção de petróleo. A segunda vertente é a proposta da Alba, que seria um projeto de integração pautado pela ideologia da Venezuela chavista, portanto com baixa capacidade de atração sobre os grandes países da região. A Alba não é suficiente para sustentar a Venezuela internacionalmente, surgindo a terceira vertente, que é sua atuação no Mercosul – na tentativa de criar um mercado alternativo e estável para o petróleo venezuelano. Maduro, em linhas gerais, segue esses mesmos princípios.

Referências:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s