Análise da Semana

Bolívia-Argentina e o GLP

Luísa da Silva Gomes

No início 2016, a Bolívia ratificou um acordo de venda do gás natural com a Argentina e o Brasil. Onde seria responsável pelo fornecimento de 16 milhões de metros cúbicos diários de gás para Argentina e aproximadamente 32 milhões ao Brasil.

Porém, este mês o país foi questionado pelo embaixador Argentino na Bolívia, Normando Álvarez, por priorizar a venda de gás para o Brasil e enviar uma quantidade inferior de gás do que havia prometido ao seu país, o que tem feito desde o mês de março deste ano.

Na semana passada a Argentina fechou um acordo de compra com o Chile de 276 milhões de metros cúbicos de gás para os meses de junho e agosto, o que abalou a situação entre Argentina e Bolívia, já que a compra realizada pela Argentina é extremamente significativa para a economia boliviana.

Até que finalmente, no dia 8 de maio o embaixador Normando Álvarez afirmou que continuará comprando gás da Bolívia e ratificou que os países continuariam sócios. Esclarecendo que a compra de gás chileno só se deu por uma demanda maior de gás da Argentina.

Twitter:

O presidente Evo Morales, assim como outros presidentes, também é adepto ao Twitter, e utiliza o username @evoespueblo, em português Evo é o povo. Esta semana dentre algumas de suas postagens, 3 chamaram mais atenção e demonstram um pouco da posição do país frente a Política mundial.

09/05 –Irmão Francisco (referindo-se ao Papa Francisco) tem razão. Enquanto o norte se preocupa com a “mãe de todas as bombas”, o Sul, com os direitos da mãe terra

(Uma clara referência aos Estados Unidos, país o qual o atual presidente tem gosto em “alfinetar” com suas críticas.)

09/05 – Saúdo a vitória de @EmmanuelMacron na França, e espero poder trabalhar pelos valores de liberdade, igualdade, fraternidade e com isso viver bem”

(anexada, uma imagem de uma carta autenticada parabenizando a vitória do presidente, onde o Evo Morales demonstra claramente alto nível de coleguismo com o novo presidente eleito pela França, além de fazer uma referência clara ao lema da Revolução Francesa)

05/05 – “Memorando de entendimento com estados brasileiros para garantir novos mercados; promete mais investimento e promete explorar o aumento da produção

(Onde expressa nível elevado de integração e envolvimento com o Brasil, assim como citei em postagens anteriores).

Para saber mais:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s