Fronteiras e Imigrações

Canadá – Movimentos Migratórios: História e Atualidade

Júlia Vilela Fernandez

O Canadá faz fronteira com o Estados Unidos ao sul, ao oeste com o Alaska (que pertence ao EUA) e a norte com a Groelândia (que pertence a Dinamarca), o maior problema com a imigração ilegal na fronteira começou com o inicio da Era Trump.

Logo após a vitória de Trump, os imigrantes ilegais do Estados Unidos entraram em pânico por causa da decisão rígida do presidente de exportas pessoas que estão ilegais, a fronteira do Canadá teve que ser reforçada e foi criado um centro temporário de refugiado, pela Agência de Serviços de Fronteira do Canadá (CBSA), para processar o número de pessoas que buscavam pelo asilo na saída dos Estado Unidos. A polícia interroga esses refugiados para identifica-los e garantir que não representam nenhuma ameaça ao país e que não estão levando contrabando, caso algum deles se enquadre nesses padrões eles são detidos, e se não, podem pedir o status de refugiados e ficar no Canadá a espera de uma decisão permanente.

Infelizmente, não é fácil para o Canadá conseguir dar abrigo para esses imigrante, já que faz parte de um acordo chamado Safe Third Country Agreement, com o Estados Unidos. O acordo diz que os refugiados são obrigados a solicitar proteção no primeiro país seguro que eles chegam que no caso dos latinos americanos seria o Estados Unidos, esse acordo visa ajudar ambos os governos a administrar melhor acesso no sistema de refugiados de cada país que cruzam a fronteira. Mas isso pode estar para mudar, a oposição ao governo liberal de Justin Trudeau e grupo de defesas de refugiados, pressionam a anulação do tratado para maior proteção dos imigrantes em situação ilegal.

A questão da imigração não se baseia só na fronteira, o Primeiro Ministro Canadense, Justin Trudeau, deixo claro que o Canadá esta de portas abertas para todos aqueles que fogem do terror e da guerra, disse ele “Vamos continuar a manter o balanço entre um sistema rigoroso e aceitar pessoas que precisam de ajuda”. Desde então o Canadá tem recebido muçulmanos tanto na fronteira como de países em guerra e miséria.

Uma pesquisa realizada pelo Angus Reid Institute afirma que o governo liberal tem ampla aprovação dos canadenses na política de refugiados (61%) e que uma minoria sente que o país esta recebendo muitos requerentes de asilo (39%). O governo planeja trazer 40 mil refugiados esse ano, e foi consolidada a votação que condena a islamofobia e outras discriminações religiosas, dando abertura para maior interação desses imigrantes no Canadá.

Para saber mais sobre a migração:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s