Fronteiras e Imigrações

Reino Unido – Movimentos Migratórios: História e Atualidade

Gabriel Carravetta Rodrigues

A única fronteira terrestre do Reino Unido se dá com a República Irlanda, algo que reflete, atualmente, na quarta maior população estrangeira que habita o país. Hoje, o Reino Unido vem sendo alvo de imigrantes, principalmente da União Europeia (UE), algo que, segundo as pesquisas, foi o principal aspecto que resultou na maioria dos votos pela sua saída do bloco regional.

Durante o período do Império Britânico, a grande maioria dos imigrantes para Reino Unido eram das atuais ou ex-colônias, principalmente vindos do Caribe e da Índia para atuar em empregos não qualificados e suprir a deficiência que o império possuía nesse ramo.

O Período Entre-guerras fez com que muitos imigrantes alemães viessem ao Reino Unido devido às diversas perseguições que o regime nazista praticava. No entanto, após a declaração de guerra à Alemanha por parte dos britânicos, as imigrações foram interrompidas.

Num período pós-guerra, houve a declaração do Ato dos Imigrantes da Commonwealth, que mandou para o controle de imigração os cidadãos do Reino Unido e das Colônias cujos passaportes não foram diretamente emitidos pelo Governo do Reino Unido. Tal período também é marcado pelo crescente número de indianos que vieram após a independência da Índia (1947) e também pela grande imigração de pessoas que viriam de territórios controlados pela União Soviética, especialmente poloneses e ucranianos.

Desde a expansão de UE de 2004, o Reino Unido é o principal destino de imigrantes vindos de países do bloco. Segundo o Escritório Nacional de Estatísticas britânico (Office for National Statistics), 37% das imigrações dentro da UE são para o Reino Unido. Além disso, as taxas de imigrantes no país nunca foram tão altas, e atingiram 13% da população que reside no Reino Unido e o número de Europeus que chegaram ao país foram maiores na última década do que nos últimos 50 anos.

Segundo a pesquisa de 2011 do Escritório Nacional de Estatísticas britânico (Office for National Statistics), a maior população de imigrantes do Reino Unido é de Indianos (por volta de 700 mil), seguido por Poloneses (por volta de 600 mil) e Paquistaneses (em torno de 500 mil). Dentre os principais motivos para uma imigração para o Reino Unido estão: estudos (41%), vinda por uma proposta de trabalho (23%) e acompanhar ou encontrar alguém (21%).

Um dos principais motivos para a saída da União Europeia (brexit) foi a questão da imigração. A campanha pela saída englobou assuntos que tinham apelo

entre os eleitores de baixa renda, como a volta de uma identidade nacional e cultural e o impacto que as imigrações poderiam ter daqui a 20 anos. A campanha vencedora também alegou que não era possível um controle do número de pessoas entrando no país, defendendo que o Reino Unido deveria retomar o controle das fronteiras e garantir a soberania nacional.

Para saber mais:

Para saber mais sobre a imigração e a importância dos imigrantes:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s