Análise da Semana, Política Externa

Bolívia e as Notícias da Semana

Luísa da Silva Gomes

21/06/17 – Nove bolivianos presos no Chile são condenados

Na terceira quarta feira do mês de Junho o grupo de nove bolivianos acusados de roubo e porte ilegal de arma no Chile foram condenados a três anos de prisão e uma multa de 32 milhões de pesos chilenos (cerca de mais de 45 mil dólares).

A juíza Isabel Peña substituiu o cárcere pela expulsão do grupo do Chile, que não poderá retornar antes do prazo de 10 anos para os sete funcionários aduaneiros, e 20 anos para os dois militares envolvidos.

São eles, o militares Carlos Calle Soliz e Alex Johnny Carvajal Uchani; e os funcionários aduaneiros,  David Quenallata Laurel, Carl Luis Guachalla Rada, Juan José Tórrez Gonzales, Ediberto Raúl Flores Mamani, Arsenio Choque Gonzales, Brian Leandro Quenallata Mendez y Diego Guzmán Vásquez.

O governo boliviano afirmou que a condenação na verdade foi uma medida política determinada pelas principais autoridades do Chile da qual os acusados não tiveram chance para provar sua inocência. O advogado e ex-deputado, René Martínez Callahuanca, afirmou que a sentença foi uma forma de premiar os traficantes flagrados pelos nove bolivianos que foram condenados.

21/06/17 – Ano Novo Andino

Coincidentemente os dois fatos que marcaram a semana na Bolívia ocorreram nesta ultima quarta feira. O Ano Novo Andino Amazônico foi recebido pelos ancestrais incas que se reuniram em regiões consideradas sagradas a partir das 6h da manhã para receber os primeiros raios de sol do ano 5525 segundo o calendário andino amazônico.

A principal cidade a celebrar esta comemoração foi a cidade de Cochabamba onde se localizam um total de 14 sítios sagrados. Cochabamba é a capital do Departamento* de Cochabamba (sim, ambos tem o mesmo nome, assim como alguns estados e capitais brasileiras), está localizada no centro do país e é a terceira com maior importância econômica do país. É uma região que merece ser visitada, uma vez que possui muitos sítios naturais, museus, igrejas e conventos antigos, além da forte ligação com o povo Inca.

O que é um departamento boliviano?

Na Bolívia um “departamento” é uma região subnacional que divide o território do Estado e possui autonomia reconhecida pelo poder legislativo e executivo desde o dia 4 de Abril de 2010. Como sabemos a Bolívia não é um Estado que se reconhece como unidade e sim como um Estado Plurinacional, descentralizado com regiões que se diferem em autonomia.

Para saber mais:

Saiba mais sobre a cidade de Cochabamba:

Para entender melhor sobre o que se trata a acusação leia a publicação da semana passada:  

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s