Economia, Informações básicas, Sistema Político

Itália – Informações Básicas

Isabella Nicotari

Situada na Europa Meridional, a República Italiana é um Estado pequeno territorialmente – cerca de 301.300 km – porém populoso, com uma densidade populacional de 197 pessoas por quilômetro quadrado, um pouco maior que a do estado de São Paulo. Também possui a terceira maior expectativa de vida do mundo, de em média 83 anos e meio.

Esse país mediterrâneo é governado pelo sistema parlamentar presidencial, ao qual o parlamento é bicameral – uma câmara de deputados (630), outra de senadores (315). Ambos os deputados e senadores são eleitos por voto popular a cada cinco anos, mas os representantes do governo em si, o Presidente e o Primeiro-Ministro, são escolhidos pelo Parlamento.

O chefe de Estado, ou Presidente, tem funções mais simbólicas, além de ser um ponto de encontro os três poderes – Legislativo, Executivo e Judiciário. Seu mandato dura sete anos. O chefe de governo, ou Primeiro-Ministro, é responsável pela política geral do governo, manter sua unidade política e administrativa, além de liderar as atividades dos ministros, já que essa é sua função primária, como Presidente do Conselho dos Ministros. Ele é escolhido pelo Presidente, e não tem tempo de mandato.

A Itália, regulamentada pela Constituição da República Italiana – que é baseada nas Leis Romanas, modificado pelo Código Napoleônico e outras alterações menores – é pluripartidária. Existem atualmente 23 partidos, embora os que mais detém votos sejam cinco: o Partido Democrático (PD), ao qual tanto o atual Presidente (Sergio Mattarella) quanto o Primeiro-Ministro (Paolo Gentiloni) fazem parte, o Movimento 5 Stelle (M5S), Forza Italia (FI), Lega Nord (LN), Movimento Democrático Progressista (MDP) e a Alternativa Popular (AP).

A capital italiana, Roma, outrora foi a capital do grande império romano. Continua sendo a cidade mais importante e populosa do país, além de dividir território com a Cidade-Estado do Vaticano. Por ser um estado soberano reconhecido pela ONU, a política da Itália não interfere no menor Estado do mundo. O sistema político é uma monarquia absoluta eletiva teocrática, e é liderada pelo Papa e por um Secretário de Estado.

A economia italiana se baseia basicamente da agricultura para exportação, indústria automobilística, moda e turismo. O desemprego é baixo e o PIB é alto, mesmo com as crises mundiais recentes; embora a economia nacional tem sofrido problemas, como por exemplo a dívida pública – 116% do PIB DE 2010, perdendo apenas para a Grécia, com 126,8%.

A Itália foi um membro-fundador da União Europeia, foi aceita na ONU em 1955 e faz parte da Organização do Tratado do Atlântico do Norte (OTAN), da Organização Mundial do Comércio (OMC), do Conselho da Europa e a Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE).

Para saber mais:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s