Análise da Semana, BRICS, Cooperação, Coreia do Norte, Corrupção

IX Cúpula do BRICS em Xiamen, China

Pryscila de Carvalho

No período de 3 a 5 de setembro deste ano ocorreu na cidade de Xiamen na China a IX Cúpula do BRICS; que teve como tema: “BRICS – Parceria mais forte para um futuro mais brilhante”.

Segundo o Presidente Chinês Xi Jinping, Xiamen foi escolhida como sede da IX Cúpula do BRICS por simbolizar o espírito empreendedor do país. A cidade fica localizada na província de Fujan e foi uma das primeiras cidades a conseguir o status de zona econômica especial, no ano de 1980. É uma importante cidade portuária, que tem entre suas atividades econômicas a indústria pesqueira,produção de máquinas e equipamentos, os setores de comunicação e de serviços financeiros, contando também com um parque tecnológico voltado para indústria de software.

Na cúpula foi adotada por consenso a Declaração de Xiamen,que registra tudo o que foi acordado e proposto durante as reuniões. Durante o encontro foram discutidos assuntos que foram divididos no documento em categorias como: Cooperação econômica prática do BRICS,Governança Econômica Global, Paz e Segurança Internacionais.Neste documento encontra-se o compromisso de cooperação entre os países do BRICS em desenvolvimento de energia; promover o desenvolvimento sustentável; a reafirmação do compromisso de fortalecer a cooperação com a África,promovendo segurança alimentar, desenvolvimento de infraestrutura e industrialização.

Da esquerda para a direita: Presidente do Michel Temer (Brasil), Presidente Vladimir Putin (Rússia), Presidente Xi Jinping (China),  Presidente Jacob Zuma (África do Sul) e Presidente Ram Nath Kovind (Índia)

O bloco colocou também no documento o compromisso de por meio do Grupo de Trabalho dos BRICS Sobre Corrupção, lutar contra a corrupção nos países do BRICS, por entenderem que o fluxo ilegal proveniente dela prejudica o desenvolvimento econômico e a estabilidade financeira. No campo da segurança, teve destaque o repúdio apontado pelos Estados membros sobre o teste da bomba de hidrogênio realizado pela Coreia do Norte e o desejo de que tudo seja resolvido por meios pacíficos.e a proposta para a comunidade internacional  de criação de um grupo antiterrorista, que teria como coordenador central a ONU.

Assim como em cúpulas anteriores, reiterou-se compromissos assumidos em cúpulas anteriores, propuseram-se novos projetos, mas nada de imediatamente concreto saiu do encontro.

Para saber mais:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s