Banco Mundial, Conflitos, Cooperação, Financiamento, Míssil

Índia realiza testes com míssil Agni V

Larissa Rodrigues de França

Na última segunda feira (11), a Índia realizou um teste com míssil balístico Agni V. Foi o quarto e último lançamento que foi concluído com sucesso depois de testes que ocorreram em 2012, 1013 e 2015.

O míssil intercontinental Agni V possui 17 metros de altura e dois de diâmetro com capacidade nuclear e tem alcance de cinco mil quilômetros, com isso ele tem capacidade de alcançar alvos na Ásia e pontos da África e Europa.

Após meses de tensões diplomáticas e fronteiriças com o país vizinho Paquistão, o Presidente indiano Pranab Mukherjee congratulou a Organização de Desenvolvimento e Pesquisa de Defesa (DRDO) pelo sucesso do lançamento do míssil. A Índia mantém uma corrida armamentista com o Paquistão, porém nos últimos anos a Índia busca desenvolver seu poder contra a China por conta de disputas fronteiriças.

Índia e Japão lançam linha ferroviária de alta velocidade indiana

Nesta mesma semana Índia e Japão lançaram a primeira linha ferroviária de alta velocidade indiana com tecnologia japonesa. Esse projeto fortalece as relações entre os dois países. Segundo o primeiro ministro japonês, Shinzo Abe, essa parceria “marca o início de um novo capítulo das relações entre a índia e Japão”.

Para a construção dessa infraestrutura o Japão vai fornecer a índia 85% de financiamento com empréstimos a taxas reduzidas. Com o orçamento de 19 milhões de dólares, espera-se que até 2023 essa linha ferroviária de 500 quilômetros, ligue o estado de Gujarat a Bombaim reduzindo a, trajetória que hoje em dia dura cerca de oito horas, para três horas e meia.

Essa aproximação diplomática entre os dois países busca ir contra o crescente domínio da que a China vem estabelecendo sobre a Ásia.

Disputa por exploração de água entre Índia e Paquistão

Nessa semana Índia e Paquistão finalmente negociaram a questão da disputa de exploração de água do Rio Indo, em Washington.

Os são signatários do Indus Water Treaty (IWT), que é um tratado de distribuição de água entre Índia e Paquistão negociado pelo banco mundial e assinado pelo primeiro-ministro da Índia Jawaharlal Nehru e o presidente do Paquistão Ayub Khan, desde 1960. Nesse tratado ficou determinado que a Índia poderia explorar os três rios da parte oriental da bacia sendo eles: Beas, Ravi e Sutley, enquanto o Paquistão poderia explorar o três rios da parte ocidental: o Induz, o Chenab e o jhelum.

As tensões se intensificaram por conta da intenção da Índia de construir as hidrelétricas de Kishngang e Ratle e ampliar o uso da água para irrigação, porém o Paquistão alega que essas intenções violam o tratado já que os rios do Paquistão fluem pela índia. É importante ressaltar que o tratado foi criado por conta do medo do Paquistão de que acontecessem secas e fome já que o rios-fonte da bacia estão localizados em território indiano.

Por conta de tensões na região, 18 soldados indianos morreram no ano passado. Narendra Modi, primeiro-ministro indiano, chegou a ameaçar a bloquear o curso de água para o Paquistão, além deixou claro quem está no poder, já que a Índia tem mais força e poderio econômico que o país vizinho. E este poder é inegável já que o PIB indiano passou de dois trilhões de dólares no ano passado.

O Banco Mundial afirmou “enquanto um acordo não for lançado, o Banco Mundial continuará trabalhando com ambos os países para resolver os problemas de forma amigável e de acordo com as disposições do tratado”. O mesmo também afirmou que agir de forma imparcial para tentar impedir um rompimento diplomático total entre os dois países.

Para saber mais: teste com míssil na Índia:

Lançamento da primeira linha ferroviária de alta velocidade indiana em parceria com o Japão:

Disputa por exploração de água entre Índia e Paquistão:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s