Acordos, Conflitos, Coreia do Norte, Natalidade, Paz

População sul-coreana e a (não) tensão sobre a Coreia do Norte

Viktória Cristina Santos de Sousa

Nos últimos meses a Coreia do Norte vem sendo um tópico recorrente em discussões e artigos em torno do cenário internacional devido às polêmicas declarações e ameaças incitando a preocupação de que uma guerra nuclear contra os Estados Unidos se inicie, mas a tensão parece não afetar os sul-coreanos como o restante do mundo imagina.

Embora a Guerra da Coreia tenha acontecido há 64 anos, tecnicamente o conflito nunca chegou a ter um fim pois a Coreia do Norte não assinou qualquer tratado de paz, o que implicou em uma vigilância constante por parte da Coreia do Sul, mantendo um sistema de alistamento obrigatório para seus cidadãos homens que exige o período mínimo de 21 meses de serviço e quase 19 mil abrigos antibombas em todo o país.

Devido a décadas sem o menor sinal de confronto físico iminente entre os países o povo desenvolveu certa neutralidade às ameaças que o restante do mundo teme e, quando perguntados sobre o assunto, a maioria dos sul-coreanos revela descrença quanto a uma possibilidade de ataque provindo de seu vizinho de fronteira, tendo como preocupação maior a convocação de reservistas ao invés da batalha em si.

O assunto é pouco discutido no cotidiano dos cidadãos, ao ponto de muitos sequer saberem da existência de abrigos em suas cidades. No momento eles mantêm sua atenção voltada para problemas internos, como baixa natalidade e rápido envelhecimento de sua sociedade. A possibilidade de entrar em guerra com a Coreia do Norte não está nem próxima de ter algum papel de destaque na vida dos sul-coreanos.

Segundo reportagem do jornal sul-coreano The Korea Herald, publicada nesta quarta-feira (27) a popularidade do presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, voltou a crescer após quatro semanas consecutivas de queda devido às tentativas de estabilização de segurança através de seu discurso nas Nações Unidas realizado na última semana exibindo o desejo da nação de permanecer em paz após seis décadas sem embates com a Coreia do Norte.

Para saber mais:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s