Direitos Humanos, Economia, Imigração, Indígenas, Plano, Princípios

NAFTA ou Batata Quente?

Júlia Vilela Fernandez

O Canadá vem tentando modelar o NAFTA com um pouquinho dos seus princípios, tentando implantar reformas socialmente progressivas como questões climáticas e de meio ambiente, direito das mulheres (algo que o Canadá trabalhou muito) e direito dos indígenas, na qual foi o tema de uma dos discursos de Justin Trudeau na conferência da ONU deste ano. Essa agenda é conduzida em parte por princípios, já que o governo de Trudeau fez a mesma coisa nas cláusulas do acordo com o Chile, obtendo sucesso.

O que o Canadá quer evitar é que Trump molde totalmente o NAFTA como um acordo de negociações antiquadas, sem nenhuma das cláusulas socialmente progressistas que os negociadores canadenses propuseram. O que vem atrapalhando nas questões econômicas para o governo Trudeau é algo que Trump vem tentando destruir a tempos, que é o sistema de gerenciamento de suprimentos canadenses para produtos lácteos, além disso, o presidente dos Estados Unidos quer aumentar a quantidade mínima de peças estadunidenses em carros para ter uma tarifa mais baixa. 

A campanha para salvar o NAFTA existe desde que Trump assumiu o poder e está longe de terminar, após várias rodadas para renegociar o acordo, sem nenhuma decisão tomada e isso parece que está longe de acontecer.

Ahmed Hussein

O governo liberal canadense está finalizando o plano de imigração de 2018, tendo o objetivo de encontrar o equilíbrio em meio a crise global de imigração já que o Canadá tem recebido várias pessoas fugindo de guerras e perseguições.  O Ministro da Imigração, Ahmed Hussein, está se preparando para apresentar o plano de imigração na Câmara dos Comuns até o prazo de 1° de novembro.

Ahmed declarou que o sistema de imigração do Canadá continua sendo baseado em compaixão, eficiência e oportunidades econômicas para todos, enquanto vão proteger a saúde e segurança dos canadenses, acrescentou ele reconhecendo que o sistema de imigração do Canadá foi uma abordagem pensativa e responsável que levou em consideração a necessidade dos imigrantes e ao mesmo tempo a responsabilidade fiscal e global.

Para saber mais sobre os princípios do Canadá para o NAFTA:

Para saber mais sobre o plano de imigração do Canadá de 2018:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s