Agenda Internacional, Fronteiras, Intolerância, Nacionalismo, Trump, Xenofobia

Terrorismo, Antiterrorismo: Brasil x Argentina

João Galdino D. Rodrigues

O tema da semana para o observatório, gira em torno de um tema que vem sendo tratado nas últimas semanas por esse que vos escreve. É um tema polêmico e suas consequências são ascendentes nessa década, muitas vezes por desconhecimento do mesmo. Terrorismo, Nacionalismo, Protecionismo, Xenofobia, Intolerância, crescimento e surgimento de Extremismos, esses são os pontos que deveriam ser explorados, entretanto, a Argentina, hoje, não se encontra no centro das atenções destes. A priori, é necessário que quem leia saiba minimamente sobre o objeto para que tenha uma opinião.

Continue lendo “Terrorismo, Antiterrorismo: Brasil x Argentina”

Conflitos, Eleição, Imigração, Intolerância, Xenofobia

Imigrantes como tática política russa e a xenofobia

Kawany França Leite

Nos últimos 20 anos, os imigrantes se tornaram parte integrante das cidades russas. Só no ano passado, 16 milhões de pessoas entraram no país, 12 milhões das quais eram provenientes de países da Ásia Central; isso significa uma quantidade de pessoas equivalente à população inteira de Moscou.

Continue lendo “Imigrantes como tática política russa e a xenofobia”

Análise da Semana, Conflitos, EUA, Intolerância

A Mídia boliviana e a violência em Charlottesville

Luísa da Silva Gomes

Dos 5 periódicos bolivianos analizados, todos eles publicaram ao menos cerca de cinco matérias sobre Charlottesville, onde todos ou a maioria deles deram maior enfoque ao posicionamento e declarações do presidente estadunidense Donald Trump do que ao “evento” promovido por grupos racistas e as circunstância que o levaram a ocorrer.

Continue lendo “A Mídia boliviana e a violência em Charlottesville”

Conflitos, Igualdade, Intolerância, Política Externa

A Jornada pela Igualdade

Júlia Vilela Fernandez

Desde que o governo liberal, junto com Justin Trudeau, assumiu o governo do Canadá, as questões chamadas de “polêmicas” começaram a acontecer. Trudeau é um defensor das causas feministas, indígenas e dos gays, tanto que seu gabinete ministerial tem a mesma quantidade de homens e mulheres sendo quatro sikhs, dois indígenas, um muçulmano e um judeu. Muito orgulhoso de uma diversidade na sua equipe, ele também apresenta o ministro da defesa, Harjit Sajjan, de origem indiana com orgulho.

Continue lendo “A Jornada pela Igualdade”